Miniatura do YouTube com ícone
Dicas 915: Como ver uma thumbnail do YouTube em alta resolução
1 de junho de 2017
Exemplo de quadro no Trello
Dicas 915: 3 formas de otimizar seu gerenciamento do Trello
15 de junho de 2017

Dicas 915: O que é e como construir uma URL rastreável no Analytics

Como construir URL rastreavel: importante para a análise de dados

Saber quais esforços e investimentos estão dando retorno e quais não estão é essencial para futuras melhorias nas suas estratégias de marketing digital, especialmente para que você consiga constantemente aumentar suas taxas de conversão.

Nesse contexto, as análises de tráfego de sites é muito importante, e o Google Analytics é uma das melhores ferramentas para obtenção desses dados, sendo a opção mais utilizada pelas empresas atualmente para acompanhar sua aquisição de tráfego e o comportamento dos usuários em suas páginas, entre outros pontos.

Apesar de gerar muitos desses dados automaticamente, o potencial do Analytics é significativamente expandido quando se insere manualmente variáveis de análise mais complexas, a partir da criação de parâmetros de acompanhamento de URLs.

 

O que são parâmetros de acompanhamento de URL

 

Os parâmetros de acompanhamento de URL são os códigos que aparecem ao lado da URL padrão de uma página, para identificar informações relacionadas à origem de seu tráfego.

Um exemplo de utilização são os parâmetros de links de e-mail marketing.

Quando você clica em desses links, as URLs de destino contêm códigos de identificação do tráfego, como o exemplo a seguir: https://agencia915.com.br/inserir-comentarios-em-landing-page?utm_campaign=newsletter_-_0106&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Os parâmetros destacados em negrito são utilizados para identificar a origem do tráfego dos usuários para este blog post. Nesse caso, a campanha (utm_campaign) seria identificada como “newsletter_-_0106”, a mídia (utm_medium) seria identificada como “email” e a origem (utm_source) seria identificada como “RD+Station”.

Mas esses são apenas alguns exemplos. No Google Analytics, você pode utilizar até cinco parâmetros de acompanhamento de URL:

  1. Origem: onde, especificamente, o tráfego foi gerado. Existem exemplos comuns, como Google ou Facebook, mas você também pode utilizar esse campo para segmentar quais sites parceiros estão trazendo mais tráfego para o seu link, enviando para cada um deles uma URL com um campo “origem” diferente (como site-a e site-b).
  2. Mídia: a categoria geral da origem, como cpc (para buscas pagas), referral (para referências), organic (para pesquisas orgânicas), display (para banners) ou email.
  3. Campanha: o nome da campanha que gerou o tráfego, como blog-posts, descontos-remarketing ou divulgacao-cursos.
  4. Palavras-chave: a palavra-chave utilizada para gerar o tráfego em campanhas de mídia paga baseadas em buscas específicas, como no caso do Google AdWords.
  5. Conteúdo: é utilizado para diferenciar, durante a análise, conteúdos muito parecidos (como blog posts publicados semanalmente) ou até mesmo links iguais inseridos no mesmo contexto. Um exemplo de utilização é um e-mail marketing que contém o mesmo link em uma imagem e em um botão: ao parametrizar a variável “conteúdo”, você poderá identificar individualmente o desempenho de cada uma dessas inserções.

 

Por que utilizar parâmetros de acompanhamento de URL

 

A resposta para essa pergunta pode ser resumida com a célebre frase de William Deming, que poderia facilmente tornar-se um bordão do marketing digital de resultados: “O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado”.

Em poucas palavras: utilizar parâmetros de acompanhamento de URL é essencial para que você saiba quais fontes de tráfego, mídias, campanhas, palavras-chave e conteúdos específicos são mais eficientes para a sua empresa, para que, dessa forma, você consiga otimizar suas ações de marketing digital constantemente.

 

Construindo uma URL rastreável com o URL Builder

 

Fazer esse processo é uma tarefa simples, executada diretamente na ferramenta URL Builder. Lá, você irá preencher a URL da página a ser analisada e encontrar os 5 parâmetros que podem ser usados para rastreamento:

  1. URL: a URL da página para onde o usuário será direcionado (obrigatório)
  2. Campaign Source: fonte (obrigatório)
  3. Campaign Mediummídia
  4. Campaign Name: campanha
  5. Campaign Term: palavra-chave
  6. Campaign Content: conteúdo

Abaixo, temos um exemplo de preenchimento dos parâmetros para a campanha de divulgação deste blog post no Google AdWords, dentro da campanha Blog post, para a palavra-chave URL rastreável e com o diferenciador de conteúdo 08-06-2017.

Como construir url rastreável no URL Builder

Depois de preencher os parâmetros a serem analisados, você terá acesso a uma URL final, que deverá ser utilizada para divulgar sua página nos locais que correspondem às variáveis utilizadas. A opção “Converter URL para Link curto” também é oferecida.

Exemplo de url rastreável criada no URL Builder

Pronto! Agora você poderá fazer a mensuração dos seus resultados com muito mais precisão. Para isso, logado no Google Analytics, acesse: Aquisição > Campanha > Todas as campanhas.

Gostou da dica desta semana? Conta pra gente nos comentários e aproveite para deixar sua sugestão para as próximas!

Gabriela Grespan
Gabriela Grespan
Atendimento e planejamento na 915. Ajudando empresas de diferentes segmentos nas estratégias e ações de marketing digital.